The Wonders of My Universe

Março 15 2009

 

Agarro numa pena e sopro-a na tua direcção
Tu sorris e agarras-la. Começo-me a aproximar
Revejo um sentimento especial no teu olhar
E um sorriso que nada nem ninguém me irá conseguir apagar
Sinto o teu toque e respondo, percorrendo o teu corpo
Uma quantidade infindável de imagens passeia na minha mente
 Todas com a tua presença. Sinto-me impulsionado a ir em frente
Não quero parar e tu também não
Ergo o teu braço e suavemente beijo-te a mão
Não quero parar e tu também não
  Calor e desejo tiram lugar à hesitação
Avançamos, cada um percorrendo o corpo oposto
Respiração ofegante…sem quebras, sem pausas
Ainda hoje sinto nos meus lábios o teu gosto
Sempre presente, nunca um fim
Por mais tempo que estejas ausente
Ninguém o irá tirar de mim  
publicado por Wonder Shadow às 22:17
Tags:

Não consigo comentar, apenas sentir!

Lindo! Lindo! Lindo!

Beijo

Manu
Existe um Olhar a 16 de Março de 2009 às 09:38

Este é a vantagem da literatura e, neste caso específico, dos "poemas". Cada um interpreta de maneira própria e introduz o texto nas suas vivências passadas, presentes ou desejos futuros. Os comentários não são tão importantes como o conseguir transportar sentimentos/reacções a quem os lê.


Obrigado :)

Beijo
Wonder Shadow a 16 de Março de 2009 às 12:04

Ui oh poeta! Passa no 100jeito deixei um miminho para ti ;)
Beijinho
100jeito a 16 de Março de 2009 às 21:41

mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

16
18
19
21

22
23
25
28

29
30


pesquisar
 
Visitas
Academias
Contador de visitas
blogs SAPO