The Wonders of My Universe

Abril 06 2009

 

Após a consulta diária a blogs amigos, conhecidos e parcialmente vistos, venho por este meio falar sobre nada em concreto. Para já apetece-me escrever mas sem um assunto em especial. Lembro-me do que já postei anteriormente, e lembro-me nesta altura de um post sobre “nada”. Mas esse era um “nada” que tinha algo de concreto, uma mensagem subliminar, um estado de espírito. Agora é um “nada” nada. Sugeriram-me escrever sobre “amor”, mas o que é o “amor”? E será que é um sentimento digno de ser desejado? Será um sentimento que trará felicidade no seu todo ou pelo menos na sua maioria?
 Lembro-me de citações de autores diversos, nomeadamente:
 
- “Se julgarmos o amor pela maior parte dos seus efeitos, ele assemelha-se mais ao ódio do que à amizade” (La Rochefoucauld);
- “Nunca amamos ninguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso - em suma, é a nós mesmos - que amamos. Isso é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos um prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma ideia nossa” (Fernando Pessoa);
- "... o amor é uma doença quando nele julgamos ver a nossa cura ..." (Ornatos Violeta e VÍtor Espadinha – Ouvi Dizer).
 
 
Não enceno aqui o papel de sofredor de amor, embora já o tenha sido e provavelmente o voltarei a ser, mas tento ver o motivo disso. Será que aprendemos com desgostos passados? Provavelmente não. Na altura achamos que uma determinada situação não se iria repetir mas vivendo-a com outra pessoa é provável que aconteça.
 
Esta busca incessante pelo “algo” que nos preenche o “vazio” terá um fim? E se tiver quais os motivos? A desistência ou o alcançar? O aceitar ou a esperança?
 
Subo diariamente um andar do edifício da Vida, e em cada andar vejo, sinto e penso nos habitantes que lá habitam. Será que num deles, junto ao átrio, se encontra esse alguém que me fará companhia na ténue e íngreme subida que resta?
 
Neste momento desisti, por assim dizer, de encontrar outra companhia que não a dos que me acompanham já desde alguns degraus. Percorro-os um por um e olho para a paisagem de cada um, para a sua arquitectura, para as suas cores, para as suas formas e reacções. Incessantemente subo um por um, dia e noite. Quem de novo irei encontrar no andar superior é uma incógnita mas já decidi não ir à procura do Sol porque o mais provável é sair encharcado…
 
No entanto, tão provável é encontrar alguém quando não procuro como começar em nada e acabar em amor…
publicado por Wonder Shadow às 16:16

Ora bem, vou dar inicio ao meu comentario, não concordo quando dizes: "Será que aprendemos com desgostos passados? Provavelmente não." - sei que me conheces pouco, e nunca entramos neste campo de conversas viradas para "relacionamentos" mas posso te confidenciar que sofri muito com uma relação, estava naquele estado de "submissão", e posso te dizer que isso nunca mais irá acontecer...Aprendi com aquele relacionamento a gostar mais de mim, e não achar que só por estarmos com "alguém" ao nosso lado é que sentimos que gostam de nós, não! Precisamos de gostar de nós proprios, com defeitos, para conseguirmos gostar dos outros! Aprendi isso mais tarde, quando consegui sair daquele "barco" e iniciei uma etapa: Gostar de mim! Agora gosto, até gosto dos meus maiores defeitos (que egocentrica!) não me interessa, pois só assim sei que irei fazer alguem feliz! Sendo eu mesma!

Faz tempo que deixei de tentar encontrar a resposta para o "amor", agora deixo correr...O amor é um sentimento que todos precisamos, muitos dizem que não precisam, mas para mim, mentem! Todos precisamos! Em relação a desistires, não digas isso, não sabes o dia de amanhã! Um simples olhar, pode mudar essa maneira de pensar, e então aposto (pelo que te conheço) que irás lutar! pelo amor, pela paixão por quer que seja, por momentos fantásticos que podes passar ao lado da "tal pessoa"...Pois a vida é feita de momentos não é!? Então é aproveita-los que vivemos da melhor maneira!
Gostei de conhecer este teu lado, apesar de talvez não concorde com ele, mas as amizades têm destas coisas, né!?
Beijinho mt grande!!!;)
100jeito a 6 de Abril de 2009 às 16:44

Se me permites vou comentar o teu comentario, em primeiro lugar o teu relacionamento passado. Não o vou insultar desalmadamente mas por um lado insulto-o por desprezo por outro lado agradeço o que te fez (obviamente que preferia que não tivesse sido dessa maneira!) porque do mau vem o bom. E não te tendo conhecido como eras antes fico feliz por agora seres como és e por te teres começado a dar o valor que eu o sinto e quem te conhece melhor o sabe ainda mais do que eu. Se és ou não egocentrica nunca o senti de forma desmesurada, vai dai se esse é o teu maior defeito deves ser um "barco de encantos" ;)

No que diz respeito ao que escrevi em si, não é uma desitência de achar mas uma parcial desistência de procurar constantemente. Eu sei que um simples "olhar" pode mudar a minha opinião mas não a tenho como fechada. Pois apesar de tudo vou percorrendo cada "andar" à procura do que de novo surge e do que de novo posso trazer à minha vida.

Nisso já me conheces, sou persuasivo e luto pelo que acredito. Embora a idade (lol) já me faça medir certas coisas de maneira diferente. Não entrego o coração a qualquer uma (por assim dizer) mas sim a quem o acarinhe e me ceda o dela também (demasiado lamechas?).

Beijinho mt grande!;)

loool Olha lá em primeiro lugar não curti nada a tua "onda" lool de copiares o meu "Beijinho mt grande!;)" vamos la ver, porque eu reparo em tudo loool

Sim, eu percebi a "subida" mas como este meu comentário ja estava demasiado grande (quando o vi até senti vergonha, credo a rapariga escreve "bue" loool) não falei nisso, mas aproveitando o facto de estar neste meu espaço de trabalho sozinha pude escrever e escrever e mais escrever...Eu sei que não estás fechado e sei que mal sintas um "olhar" vais ser o primeiro a ter coragem de entregar o teu coração!Em relação a parte da idade! Por amor da santa, voce se acha que está velho peça a reforma! LOL mas tens razão pois eu também já comeco a pensar dessa maneira! ;)

Agora nem Beijinho mt grande, nem beijinho pequeno! NADA! :P

Isto não parecem comentários!!! Parecem post`s!!! credo!! Estamos todos nós uns "lamechas"!!

VIVA A" LAMECHICE" LOOOL

Lool tem mais conteúdo os comentarios que o post em si;)

A lamechice à segunda sabe sempre bem;)

Essa acusação foi 100jeito mesmo. Eu peguei no teu beijinho e dei-lhe um tom pessoal (um ponto de exclamação em vez de três) pelo que aos olhos da lei não é de todo irregular:P

Mas relativamente à subida fico feliz por ter a tua companhia degrau a degrau. E fica prometido que quando vir um "homem calmo, determinado e que queira ficar ao teu lado para sempre" empurro-te suavemente contra ele e sigo o meu percurso;)

E como eu sou a simpatia em pessoa: Beijo grande :)

Peço desculpa, tem toda razão, vc introduziu mais 2"!!"...:(

Tu não me empurres nada! Pois sempre que me "empurram" alguma coisa eu distraida como sou dou sempre grande tombo...Não gosto nada dessas coisas! Ele la aparecerá, nem que seja quando assim pó velhinha, sabes! Cá estarei para o receber! :P


Loool

Quem sabe não te diz "Guess who?" e tu respondes-lhe "I don´t care" :P

Que vai aparecer eu não duvido e até vos quero ver a dançar o cha cha cha ;)

Peço desculpa, tem toda razão, vc introduziu mais 2"!!"...:(

Tu não me empurres nada! Pois sempre que me "empurram" alguma coisa eu distraida como sou dou sempre grande tombo...Não gosto nada dessas coisas! Ele la aparecerá, nem que seja quando assim pó velhinha, sabes! Cá estarei para o receber! :P


Hás-de me dizer como é que mandaste dois comentários iguais...Ou será que eu bebi o que não devia? ;)

Deve ter sido um erro qualquer do SAPO...Eu só mandei um...:)

Hummmm...então realmente não beijes sapos À espera do principe encantado. A ver pelos erros que cometem mais vale experimentares beijares tartarugas ;)

Sabes que adorei o teu post?!...Mas aconteceu uma coisa estranha. quando dei uma vista de olhos pelos comentários o teu texto ficou para 2º plano, não me leves a mal, mas o confronto de palavras entre ti e a 100jeito está divinal.
Aproveito para vos lançar um desafio: porque não fazem aqui um debate? Vocês são o máximo!!!

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 6 de Abril de 2009 às 23:59

Eheh pois eu a certa altura tb perdi o interesse no post em si!

Quanto ao desafio está aceite. A mim não me calam meus senhores, a mim ninguém me cala ;)

Beijos

Desafio aceite! :P
100jeito a 7 de Abril de 2009 às 16:49

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
16
17
18

19
20
24
25

26
28
29
30


pesquisar
 
Visitas
Academias
Contador de visitas
blogs SAPO