The Wonders of My Universe

Abril 10 2009

Lá alto, no cimo, está o querer e a vontade

Estica a mão, eu sei que chegas onde quiseres

Interage com a tua personalidade

Que se formou pelo que o teu corpo percorreu

Pelo que viveu e presenciou

De onde veio e pelo que passou

Estica-te pois mais, a meta está ao teu alcance

À distância de um simples palmo

Respira fundo e mantém-te calmo

Cá em baixo estás tu e essa tua saudade

E é lá no cimo que está o querer e a vontade

publicado por Wonder Shadow às 19:56

Abril 10 2009

Quão belo consegue o Mundo ser

Se todos que nele habitam se unirem

De forma à nuvem negra, sobre ele, desaparecer

E o verde volte a resplandecer

A água, límpida e sem perigos, torna a sorrir

Convidando jovens e adultos a nela mergulhar

Não mais desigualdades continuam a subsistir

E o Sol, fogosa estrela, permanece no alto a brilhar

 

Quão difícil é imaginar tal cenário

E quão impossível parece torná-lo real

Quão atadas estão as nossas mãos para que nada façamos

E deixemos tocar no fundo o que a Natureza nos ofereceu

O que tenho, também desejo que seja teu

E juntos sei que não estamos sós

Pois se a imaginação não tem limites

Na vida, os limites criamo-los nós...

publicado por Wonder Shadow às 19:31

Abril 10 2009

Sozinho no centro do mundo
Penso em tudo o que vivi
Encosto a cabeça no fundo
E espero por ti
Mas tu não apareces
E o sangue verte por entre cristais e mágoas
Por entre litros de água que o corpo expele
Num rio sem fim
E o teu sorriso permanece em cada fragmento de mim
Eis quando te vejo
E sinto o teu perfume
Calor de um lume
Aceso como um desejo
Um princípio, um meio e um fim
Um redemoinho de pensamentos e intenções
Tocar-te…sentir-te…abraçar-te…e unir-me a ti
Juntos somos uma unidade
E nunca estaremos sós
Não te deixo ausentar
Puxo-te para mim
Beijo-te como nunca ninguém beijou
E sinto o teu coração pulsar
Cada vez mais rápido, cada vez mais intenso
E um cheiro a incenso perfuma-nos o olfacto
Juntos somos uma unidade
E nunca estaremos sós
Pois nunca te irei deixar partir…

publicado por Wonder Shadow às 02:29

Abril 06 2009

Aproveitando o tema do post anterior:

 

 

Não vou procurar quem espero
Se o que eu quero é navegar
Pelo tamanho das ondas
Conto não voltar
Parto rumo à primavera
Que em meu fundo se escondeu
Esqueço tudo do que eu sou capaz
Hoje o mar sou eu
Esperam-me ondas que persistem
Nunca param de bater
Esperam-me homens que desistem
Antes de morrer
Por querer mais do que a vida
Sou a sombra do que eu sou
E ao fim não toquei em nada
Do que em mim tocou

Eu vi
Mas não agarrei

Parto rumo à maravilha
Rumo à dor que houver pra vir
Se eu encontrar uma ilha
Paro pra sentir
E dar sentido à viagem
Pra sentir que eu sou capaz
Se o meu peito diz coragem
Volto a partir em paz

Eu vi
Mas não agarrei

 

publicado por Wonder Shadow às 18:18

Março 26 2009

 

I never understood what I was meant to be
I wish I have been a verse of poetry
Dinging at your ears constantly
 
I never realized which paths to choose
On my cross through wins and losses
But I felt it slowly ooze
 
I never discovered the meaning of humanity
What was we were fated to see
On the cluster we call society
 
I never knew how to behave
I was never confident and brave
But though I accepted everything life gave me
 
I was never obsessed with the lack of luck
I never stole and never mocked
And I faced every pain as if it was a joke
 
I never followed my horoscope
I never lost my believes and hope
Always avoiding to mope
 
I was never capable to know what to say
On those awkward situations of the day
But I never ran away
 
I always watched the sunset and the sun rise
Always felt them as a surprise
In life you must enjoy every single trice
 ________________________________________________________________________
 
Eu nunca entendi o que era suposto ser
Gostava de ter sido um verso de poesia
A soar nos teus ouvidos constantemente
 
Eu nunca percebi que caminhos escolher
Na minha cruzada de vitórias e derrotas
Mas senti-a vazar lentamente
 
Eu nunca descobri o sentido da humanidade
O que é que estávamos destinados a ver
No aglomerado a que chamamos sociedade
 
Eu nunca soube como me comportar
Eu nunca fui confiante e corajoso
Embora tenha aceite tudo o que a vida me deu
 
Eu nunca fui obcecado com a falta de sorte
Eu nunca roubei nem trocei
E enfrentei cada dor como se fosse uma piada
 
Eu nunca segui o meu horóscopo
Eu nunca perdi a minha opinião e esperança
Sempre evitando lastimar-me
 
Eu nunca fui capaz de saber o que dizer
Naquelas situações desconfortáveis do dia
Mas eu nunca fugi
 
Eu sempre assisti ao pôr e ao nascer do sol
Sempre os senti como uma surpresa
Na vida deve-se apreciar cada instante
publicado por Wonder Shadow às 12:15
Tags: ,

Março 24 2009

Saudades do que não tenho

Saudades do que não vi

No estirador esboço um desenho

De um sentimento afeiçoado a ti

E é lá que nasce tudo

E é lá que quem fala sai mudo

E é lá que quem vê sai cego

E é lá que surge o apego

Por ti

 

E para quê falar se não for contigo

E para quê ver se não for a ti

E com quem irás ficar se não for comigo

E para onde ir se não for para aí

Onde tu estás

 

Saudades do que nunca senti

Saudades do que nunca vivi

No estirador fico a aguardar

Quem me imobiliza com um mero olhar

E é lá que nasce tudo

E é lá que quem ouve sai surdo

E é lá que quem mói sai moído

E é lá que se fica perdido

Por ti

 

E para quê ouvir se não for a tua voz

E para quê moer se não por ti

E por quê sorrir se não for por nós

E onde estar se não for aí

Onde tu também estás

 

publicado por Wonder Shadow às 12:08
Tags:

Março 24 2009

A storm is starting somewhere near

I close my eyes and see you smiling

It feels like if you were here

Protecting me from all that lightning

 

The breeze is starting to rise

I feel the cold of the wild wind

Turning everything into ice

The rain starts falling violently

 

It closes every door I´ve opened

And keeps you apart of me

I wish I could feel your warmth

You are all I want to see

 

Come, come, come to me

Stay, stay I will go to you

 

Doesn´t matter how stormy it is

You are my sunshine light

While I´m with you there is no breeze

During the day, during the night

 

I wish I could give you a kiss

And share with you all my bliss

While I´m with you there is no rain

During the night, during the day

publicado por Wonder Shadow às 10:53
Tags:

Março 15 2009

 

Agarro numa pena e sopro-a na tua direcção
Tu sorris e agarras-la. Começo-me a aproximar
Revejo um sentimento especial no teu olhar
E um sorriso que nada nem ninguém me irá conseguir apagar
Sinto o teu toque e respondo, percorrendo o teu corpo
Uma quantidade infindável de imagens passeia na minha mente
 Todas com a tua presença. Sinto-me impulsionado a ir em frente
Não quero parar e tu também não
Ergo o teu braço e suavemente beijo-te a mão
Não quero parar e tu também não
  Calor e desejo tiram lugar à hesitação
Avançamos, cada um percorrendo o corpo oposto
Respiração ofegante…sem quebras, sem pausas
Ainda hoje sinto nos meus lábios o teu gosto
Sempre presente, nunca um fim
Por mais tempo que estejas ausente
Ninguém o irá tirar de mim  
publicado por Wonder Shadow às 22:17
Tags:

Março 13 2009

Lying down on a violet bed in a white room
Under an intense shine of the moon
There´s someone there and someone who breeds
A graceful angel in which I believe
With an appearance of being a bit confuse
Like she has something without any use

Sleeping beauty wake up for me
Sleeping beauty open your eyes and see
Sleeping beauty erase all the past
And look for the future that approaches fast

She´s still lying down on the violet bed in the white room
I´m by her side thinking in my doom
But her breath reassures me
It´s so reassuring like if I was set free
My graceful angel can you hear me?
My graceful angel can you feel me?

Sleeping beauty wake up for me
Sleeping beauty open your eyes and see
Sleeping beauty we´ve got all the time in the world
Sleeping beauty, my beloved and angelical pearl

I know you know what I feel for you
Sometimes I feel like there is nothing else to do
But then I hear your breath and it´s like if I had woken up
With the thought in my mind of not giving up...of you
My graceful angel please raise your wings
So beautiful as the sound of melodious strings

Sleeping beauty wake up please
Sleapy beauty taste the nocturnal breeze
Sleeping beauty we´ve got all the time in the world
Sleeping beauty, my beloved and angelical pearl

Can´t we renew our link?
Can´t we paint again the world of pink?
May I fondler you and kiss your mouth?
We´re together with noone around
Can you feel me in your heart?
Why don´t we try to restart?


Graceful angel please come back to me
I beg you a second opportunity
Raise your wings and fly
I´ll meet you in the sky

Shall I kiss you? May I kiss you?

Sleeping beauty...
 

publicado por Wonder Shadow às 19:15
Tags:

Março 11 2009

Deu-me para a poesia:

 

Doravante o sentimento mantém-se
Destemido, forte, ágil, robusto
Como se nada no mundo temesse
E prossegue viagem a todo o custo
Ultrapassando tudo e todos
Derrotando o pensamento
Evitando lamaçais e lodos
Permanecendo como sentimento
Não posso dizer que lamento
Porque não sinto afinidade alguma com a razão
Vejo-a como um céu cinzento
Em que o amor é a salvação
Tal como qualquer outra sensação
Que rejeite o pensamento
Porque como opostos repelem-se
Doravante o sentimento mantém-se…
 

 

publicado por Wonder Shadow às 23:56
Tags:

mais sobre mim
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
Visitas
Academias
Contador de visitas
subscrever feeds
blogs SAPO